Casa Conceito mostrará soluções de acessibilidade na Reatech

Montada no estande da Direct Borrachas, unidade dará oportunidade de visitantes conhecerem as dificuldades de quem possui mobilidade reduzida

São Paulo, junho de 2019 – Como é uma pessoa com dificuldade de locomoção ou com deficiência visual circular por uma casa preparada para recebê-la? Essa é a proposta da “Casa Conceito Arquitetura Acessível” idealizada para promover a conscientização sobre a relevância da acessibilidade nos espaços e sensibilizar sobre a importância de equipamentos específicos instalados em locais em que irão circular.  

A Casa Conceito será montada dentro do estande da Direct Borrachas e estará disponível para visitação durante a Reatech – Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade,que acontecerá no São Paulo Expo, durante os dias 13 e 16 de junho, e funcionará com visitas guiadas a cada ambiente, onde terão profissionais especializados explicando as soluções.

O intuito do projeto é mostrar não só a importância de que os espaços sejam projetados e construídos já incorporando questões de acessibilidade, mas também que uma casa acessível é um espaço para todos. “Para toda barreira encontrada, há possibilidade de se arrumar soluções de acessibilidade, seja com produtos ou serviços”, afirma Jéssica Jacqueline, diretora da Direct Borrachas, realizadora do projeto.

A ideia de criar esse espaço foi da arquiteta especialista em acessibilidade Gabriella Zubelli.  “A arquitetura deve atender a todos os tipos de pessoas, respeitando suas diferenças. Uma casa acessível não é exclusiva para pessoas com deficiência, mas sim um espaço que acolhe a todos, e a todas as idades”, diz Gabriella.

Diferentes ambientes

A casa é composta por seis ambientes, hall, sala, cozinha, quarto, banheiro e varanda,  que tem como objetivo mostrar algumas barreiras e obstáculos encontrados no dia a dia de pessoas com deficiência e mobilidade reduzida; suas respectivas adequações; além de trazer de forma conceitual maneiras de se projetar e implementar soluções de acessibilidade, baseadas nas legislações vigentes e normas de acessibilidade. 

O visitante também terá a oportunidade de vivenciar os espaços de uma maneira inclusiva e sensorial. Com os olhos vendados ou em uma cadeira de rodas a pessoa será guiada pela casa, tendo a experiência de sentir as dificuldades encontradas por quem tem algum tipo de deficiência. 

A proposta, segundo Jéssica, é trazer soluções de acessibilidade, tecnologia assistiva e também demonstrar algumas dificuldades encontradas no dia a dia por pessoas com deficiência, mobilidade reduzida e idosos. “Outra proposta da Casa é sensibilizar os visitantes para a temática da acessibilidade e inclusão. Para isso, serão disponibilizadas cadeira de rodas, vendas para os olhos, bengalas e andadores para que os visitantes possam vivenciar a casa de uma outra forma e, com o sentimento de empatia, promover a mudança de olhar”, afirma.

Autonomia ao deficiente visual

Reforçando o objetivo de oferecer autonomia às pessoas com mobilidade reduzida, a Casa Conceito contará com a Orcam MyEye, dispositivo desenvolvido pela Mais Autonomia -Tecnologia Assistida, para oferecer acesso a quem tem deficiência visual com mais autonomia ao que está ao seu redor.

Doron Sadka, diretor da Mais Autonomia, explica que o sistema não devolve a visão, mas funciona como um auxiliar para essas pessoas. “É um dispositivo de inteligência e visão artificial que permite o acesso fácil, intuitivo e instantâneo à informação disponível em tempo real e funciona totalmente off-line”, diz Sadka. “É leve e discreto e deve ser acoplado às hastes de um óculos comum”.

Instalado em uma armação de óculos, a Orcam MyEye é capaz de ler textos nos idiomas português, inglês e espanhol por detecção automática impresso ou digital, como livros,revistas, jornais, placas de ruas telas de computadores e celulares em velocidades que variam de 100 a 250 palavras por minuto, mas vai além, segundo Sadka. “O sistema é programado para reconhecer, rostos de pessoas informando o gênero delas e  podendo até nomeá-las, objetos, códigos de barras, cores e notas monetárias, reais, dólar e euro por detecção automática e instantânea, além de informar a data e a hora num simples girar do punho. Por exemplo, pode informar o que está dentro da geladeira em uma caixa de remédios, ou em uma prateleira de supermercado”, explica o executivo.

 

Serviço:

16ª Reatech 2019
Data:
13 e 14 de junho – 13h às 20h
          15 e 16 de junho – 10h às 19h
Local:São Paulo Expo Exhibition & Convention Center
https://reatechbrasil.com.br/16/

 

Sobre a Cipa Fiera Milano

A Cipa Fiera Milano, filial brasileira da Fiera Milano, um dos maiores players de feiras e congressos do mundo que a cada ano atraem aproximadamente 30 mil expositores e mais de cinco milhões de visitantes, tornou-se sócio majoritário da Cipa do Brasil em 2011, dando origem à Cipa Fiera Milano. No Brasil, são realizadas nove feiras que representam os mais diversos segmentos da economia, como segurança, energias limpas e sustentáveis, tubos e conexões, cabos e fios, saúde no trabalho, tratamento de superfícies, esquadrias, tecnologias em reabilitação, inclusão e acessibilidade, entre outras. Entre as principais marcas do portfólio estão Exposec, Fisp, Fesqua, Ebrats, Ecoenergy e Reatech.

 

Informações para imprensa:

2PRÓ Comunicação 
Email equipe: fieramilano@2pro.com.br
Teresa Silva – (11) 3030-9463
Renê Gardim – (11) 3030-9422
Fádia Calandrini – (11) 3030-9402
Guilherme Kamio – (11) 3030-9403
Myrian Vallone – (11) 3030-9404
www.2pro.com.br