fbpx
 

Cego, menino ultrapassa barreiras do ensino à distância e sonha em ser jornalista em Ribeirão Preto, SP

maio 19, 2020
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Diego Martins, de 9 anos, aprende a ler e a escrever dentro de casa, com ajuda dos professores da Adevirp, que dão aulas individualizadas. 'Que esse ano não seja perdido', diz fundadora.

 

Com a quarentena, estudantes de todas as idades se viram na urgência da adaptação ao ensino à distância. As dificuldades são muitas. Para Diego Martins, de 9 anos, que nasceu cego, elas são ainda maiores. Aos poucos, no entanto, o menino, que está acostumado a entender o mundo sem poder vê-lo, consegue ultrapassar as barreiras e aprender. E ele tem um sonho: ser jornalista.

A memória de Diego é superdesenvolvida. Mesmo com a cegueira total, ele conhece cada canto da casa onde mora, em Ribeirão Preto (SP). Esta habilidade facilita as aulas via internet. Pelo celular, a professora conversa com o menino ao vivo e o ensina a escrever.

Uma sequência lógica de símbolos que o menino nunca viu, as palavras só existem na cabeça de Diego. Até ele pôr as mãos na máquina de braile e escrevê-las.

"Os dedos também enxergam", diz, crente de que as limitações não vão impedi-lo de conquistar seus objetivos.

 

Ensino à distância

 

A escola onde Diego estuda, a Associação dos Deficientes Visuais de Ribeirão Preto e Região (Adevirp), está vazia devido à pandemia de coronavírus. Os 200 alunos estão tendo aula de casa. A princípio, parecia improvável, mas o trabalho está dando certo.

"Tem funcionado muito bem, porque nosso trabalho já era individualizado. A gente sempre olhou para as dificuldades individuais de cada criança. A proposta continua sendo a mesma, só que à distância. O processo de aprendizagem tem continuado", diz a psicóloga Bianca de Assis, que acompanha os alunos.

O método de aprendizagem desenvolvido pela Adevirp, utilizado por 45 profissionais, recebeu avaliação máxima do Ministério da Educação (MEC), que considerou o trabalho referência nacional de ensino, de acordo com a fundadora da instituição, Marlene Cintra, que dedica a vida às crianças com deficiência visual.

 

"Fomos pegos de surpresa, mas a resposta dos nossos técnicos e educadores, a maneira como eles estão empenhados, deixa a mim mesma, com 40 anos de profissão, emocionada. Estamos fazendo um contato individual com os educandos, fortalecendo, para que eles tenham esperança e que esse ano não seja um ano perdido, mas que seja um ano de luz e aprendizado", diz.

 

Quem quiser colaborar com o trabalho desenvolvido Adevirp pode entrar em contato com a instituição pelo telefone (16) 3913-1900.

 

FONTE:
G1

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

A Cipa Fiera Milano é especializada em feiras de negócios e publicações técnicas e tem como objetivo, aproximar organizações e criar oportunidades de relacionamentos, por meio da realização de grandes feiras e publicação de revistas setorizadas na América Latina.

Receba Nossa Newsletter

Seu nome completo

Seu e-mail

 Sim, eu quero receber comunicações do Grupo Cipa Fiera Milano
 Sim, eu quero receber comunicações dos parceiros do Grupo Cipa Fiera Milano
 Sim, eu concordo com os termos de uso e com a Política de Privacidade do Grupo Cipa Fiera Milano

Fale Conosco

Avenida Angélica, 2491 - 20 andar -
Cj. 203 / 204

Telefone:
+55 11 5585.4355 / +55 11 3159-1010

E-mail: info@fieramilano.com.br

Website: www.cipafieramilano.com.br

Copyright by Reatech Brasil 2020. All Rights Reserved.

COMUNICADO IMPORTANTE
BOLETO FALSO

CLIQUE E SAIBA MAIS
close-link