Semáforos sonoros são instalados em Jundiaí

A Prefeitura de Jundiaí, através da Unidade de Gestão de Mobilidade e Transporte (UGMT) e em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, iniciou a instalação de semáforos sonoros, visando dar mais qualidade na mobilidade para as pessoas com deficiência visual do município. O primeiro equipamento já está em funcionamento em frente ao Instituto Jundiaiense Luiz Braille, na Av. Dr. Sebastião Mendes da Silva, no Anhangabaú.

Outros conjuntos de semáforos deste tipo serão colocados nas ruas Sebastião Mendes Pereira (com a Av. Jundiaí) e Petronilha Antunes (esquina da Rua Abílio Figueiredo, em frente aos Correios) e nas avenidas União dos Ferroviários (com a Rua Abolição, no Poupatempo), União dos Ferroviários (em frente à estação ferroviária) e Av. dos Imigrantes Italianos (altura do nº 434).

Ivanilde Oliveira de Jesus, presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, lembrou que a instalação destes equipamentos é uma reivindicação da entidade e do Instituto Luiz Braille. “Os semáforos sonoros dão autonomia e mais segurança ao deficiente visual. Eles ainda fazem de Jundiaí uma cidade mais inclusiva”, destacou.

Para o diretor do Departamento de Trânsito da UGMT, Wlamir Lopes, o novo equipamento vai ao encontro do projeto de cidade inteligente. “Essa tecnologia traz mais mobilidade e autonomia, facilitando a vida da pessoa com deficiência visual na hora de atravessar a via. Jundiaí será uma cidade cada vez mais acessível a todos”, emendou Wlamir.

Mais segurança
O novo semáforo para deficientes visuais possui um dispositivo eletrônico com sinal sonoro que alerta o momento em que a pessoa pode fazer a travessia, proporcionando mais segurança para indivíduos com deficiência visual, baixa visão e também idosos. O equipamento tem ainda identificação em braile.

Na calçada, antes da pessoa realizar a travessia, o equipamento (uma caixa amarela fixada no poste do semáforo para pedestres) emitirá sons do tipo “bip-bip” indicando que a via está segura para a travessia do pedestre.

O dispositivo dispara um “bip” mais pausado quando o sinal está verde para o pedestre. Já o disparo mais rápido mostra que o tempo de travessia está terminando. O silêncio no semáforo indica que a pessoa deve aguardar para atravessar a rua.

FONTE:
Jornal de Jundiaí